BDM Digital a moeda digital que mais cresce


Foi bem no início da pandemia que o Bônus Dourado Mercantil (BDM) Digital inaugurou, com uma moeda criptografada e segura e com a tecnologia blockchain própria, sem burocracia e com poder de compra e venda instantâneo. Audaciosos, os empresários envolvidos disseram que aguardariam “algumas semanas” para ver o resultado. No entanto, o sucesso foi tamanho que a moeda se expandiu em Mato Grosso do Sul, São Paulo, entre outras capitais brasileiras, bem como países da Europa e Estados Unidos.

“O empresário, comerciante e o consumidor baixa o aplicativo e, tendo as suas moedas, pode ir ao mercado, ao cinema, farmácia, colocar combustível, fazer tudo com nossas empresas parceiras e até pagar água, luz e boletos. Temos inúmeros estabelecimentos credenciados e a pessoa pode ainda vender a moeda, já que tem valorização. E se quiser o dinheiro em espécie também é possível”, afirmou o presidente do BDM Digital, Urandir Fernandes de Oliveira.

Segundo ele, é no próprio aplicativo ou site que o cliente pode fazer solicitações e ligar para a central de atendimento. “O BDM é mais uma alternativa, que não concorre com a moeda nacional e nem os bancos tradicionais, pelo contrário, pois acaba ajudando o próprio sistema governamental na distribuição de renda social não só para a classe empresarial, mas principalmente para aqueles que não tiveram oportunidade de obter estabilidade financeira. A própria valorização da moeda ajuda a multiplicar seus bens. É interessante pelas vantagens, porque tem descontos em compras, facilidades nas operações e oferece independência e liberdade de um banco sem burocracia, sem consulta ao Serasa e SPC e com total segurança”, disse.

Diariamente, mesmo em meio ao momento de retração, o BDM Digital aumenta o número de clientes. “Nós sabíamos do risco, mas, fomos realmente audaciosos e houve a inauguração no dia 19 de março. Tudo veio a calhar, porque a pandemia deixou todo mundo em casa e a compra digital aumentou muito. E o aplicativo facilita este processo. A cada três dias, nós também atualizamos os estabelecimentos credenciados e fazemos a divulgação deles, sem custo, o que está fazendo muitas empresas nos procurarem”, ressaltou Oliveira.